Recomeça… se puderes, sem angústia e sem pressa e os passos que deres, nesse caminho duro do futuro, dá-os em liberdade, enquanto não alcances não descanses, de nenhum fruto queiras só metade.

Miguel Torga
  • Há pouco…

    …escrevia sobre pensamento intrusivos. Todos temos. Temos medo de os pensar. De falar sobre eles. Eu penso muitas vezes em esborrachar cabeças na parede. Ou dar estaladas em pessoas, assim do nada. Só porque sim. Mau seria se não me conseguisse controlar e passasse do pensamento à ação mas os pensamentos, esses, não os condiciono…

  • Um tipo de podcast

    Onde debito conversa aleatória. Nunca frases soltas. Sentidos apurados e conversa boa. Ainda que apenas comigo. Não deixa de ter a sua graça.

  • Não há…

    …um único momento em que pense em escrever aqui e que não me apeteça chorar. Não de tristeza ou emoção. São sentimentos tão díspares que me surgem que nem sei categorizá-los. Basta ver por esta dúzia de letras que nada dizem mas que me marejam o olhar com vagas vastas. Caem pesadas e não sei…

  • Dias…

    Os dias estão estranhos. Cheios e vazios. Ansiosos e angustiantes e com momentos de euforia quando no segundo a seguir parece que tudo vai ruir. Cheios de coincidências raras com as quais não sabemos reagir a não ser falar um pouco sobre elas e normalizar. Os dias são gigantes, com frentes diferentes em todas as…

  • Encolher…

    …para caber é um sentimento estranho.

  • Da memória

    O dia foi atípico. Alucinante. Um pouco à semelhança do de ontem. Episódios díspares que nem filmados podiam ser verosímeis. Várias frentes com a necessidade de compartimentar a ansiedade. Houve até ocasião para rever e revisitar lugares na memória. Tudo tem o seu tempo e em muitos momentos as rotinas e os rituais deixam transparecer…