Recomeça… se puderes, sem angústia e sem pressa e os passos que deres, nesse caminho duro do futuro, dá-os em liberdade, enquanto não alcances não descanses, de nenhum fruto queiras só metade.

Miguel Torga
  • Um tipo de podcast

    Onde debito conversa aleatória. Nunca frases soltas. Sentidos apurados e conversa boa. Ainda que apenas comigo. Não deixa de ter a sua graça.

  • Não há…

    …um único momento em que pense em escrever aqui e que não me apeteça chorar. Não de tristeza ou emoção. São sentimentos tão díspares que me surgem que nem sei categorizá-los. Basta ver por esta dúzia de letras que nada dizem mas que me marejam o olhar com vagas vastas. Caem pesadas e não sei…

  • Dias…

    Os dias estão estranhos. Cheios e vazios. Ansiosos e angustiantes e com momentos de euforia quando no segundo a seguir parece que tudo vai ruir. Cheios de coincidências raras com as quais não sabemos reagir a não ser falar um pouco sobre elas e normalizar. Os dias são gigantes, com frentes diferentes em todas as…

  • Encolher…

    …para caber é um sentimento estranho.

  • Da memória

    O dia foi atípico. Alucinante. Um pouco à semelhança do de ontem. Episódios díspares que nem filmados podiam ser verosímeis. Várias frentes com a necessidade de compartimentar a ansiedade. Houve até ocasião para rever e revisitar lugares na memória. Tudo tem o seu tempo e em muitos momentos as rotinas e os rituais deixam transparecer…

  • O Dia Internacional da Mulher vem aí e o meu perfil até vai enjoar de tanta publicação porque, mais do que nunca importa assinalar esta data.Mando literalmente à merda quem vier com a ignorância de que devia haver o dia do homem e que as mulheres não recebem menos, e que não são vítimas, e…